BANCO DE QUESTÕES TEMA: REVOLUÇÃO FRANCESA E O PERÍODO NAPOLEÔNICO. Aluno:Biagio Ítalo

Publicado: novembro 17, 2013 em Atividades E.E.E.F.M Senador Argemiro de Figueiredo - Polivalente (2º semestre de 2013), PIBID HISTÓRIA UEPB

polivalente

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

HISTÓRIA-2013

PIBID- PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

ESCOLA: Senador Argemiro de Figueiredo (POLIVALENTE)

PROFESSOR SUPERVISOR: Maria Helena

ALUNO BOLSISTA: Biagio Ítalo Ribeiro Grisi Paiva

TURMA: 2ºs Anos

QUESTÕES SOBRE REVOLUÇÃO FRANCESA E PERÍODO NAPOLEÔNICO.

PUC-PR) Questão 1:

“Que é Terceiro Estado? Tudo. Que tem sido até agora na ordem política? Nada. Que deseja? Vir a ser alguma coisa”. (SIEYÈS, E. J. Qu’est-ce que le Tiers État? In: História Contemporânea através de textos. São Paulo : Contexto, 2001.p.19).

Sobre o contexto histórico da Revolução Francesa:

I)   A sociedade francesa até 1789 estava divididos em três ordens ou estados: o primeiro estado formado pela nobreza; o segundo estado pelo clero e o terceiro estado pela burguesia.

II)  O primeiro e o segundo estado é que tinham os poderes e os privilégios, o terceiro estado é que arcava com todas as despesas da administração francesa pré-revolução.

III) O movimento iluminista ajudou a atacar a ordem social até então vigente na França.

IV)  A primeira fase da Revolução Francesa é chamada de Assembleia Nacional, fase na qual foram abolidos os privilégios do clero e elaborada a primeira Constituição da França.

V)   O governo da Convenção Nacional consolidou a volta da alta burguesia ao poder político francês.

Estão INCORRETAS as alternativas:

A – II e IV.

B – IV e V.

C – III e IV.

D – II e V.

E – I e V.

(UFMS) Questão 2:

A Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão terá grande repercussão no mundo inteiro. O documento é uma manifestação contra a sociedade hierárquica de privilégios nobres, mas não um manifesto a favor de uma sociedade democrática e igualitária. A propriedade privada era um direito natural, sagrado, inalienável e inviolável. (HOBSBAWM, Eric J. – A Era das Revoluções. RJ: Paz e Terra, p. 98).

A respeito da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, assinale a alternativa correta:

.A – Foi elaborada na Inglaterra, durante a Revolução Gloriosa.

B – Foi elaborada na Revolução Francesa, na fase da Convenção Nacional.

C – Foi elaborada na Independência dos Estados Unidos.

D – Foi elaborada na Revolução Francesa, na fase da Assembleia Nacional.

E – Foi elaborada na Inglaterra, durante a Revolução Puritana.

(UERJ) Questão 3:

De um modo geral, observa-se como numa sociedade a intervenção dos detentores do poder no controle do tempo é um elemento essencial (…). Depositário dos acontecimentos, lugar das ocasiões místicas, o quadro temporal adquire um interesse particular para quem quer que seja, deus, herói ou chefe, que queira triunfar, reinar, fundar. JACQUES LE GOFF

Adaptado de Memória-História. Lisboa: Imprensa Nacional; Casa da Moeda, 1984. Diversas experiências políticas contemporâneas alteram as representações do tempo histórico, na forma como são mencionadas no texto acima.

Uma ação política que exemplifica essa intervenção no controle do tempo, e que resultou na implantação de um novo calendário, ocorreu da revolução denominada:

A – Cubana

B – Francesa

C – Mexicana

D – Americana

(UFPR) Questão 4:

“Durante a Revolução Francesa, com a qual a burguesia industrial assumiu o poder político, em substituição à aristocracia agrária, surge o termo esquerda, para designar os integrantes da ala mais radical dentro da Assembleia Nacional. Era os jacobinos, também chamados a Montanha, que ocupavam os lugares do lado esquerdo de plenário. A Assembleia editou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, reconhecendo que todos são iguais perante a lei, embora ainda admitisse distinções sociais. A propriedade privada da terra e dos meios de produção continuava sendo considerada um direito natural”.(KONDER, Leandro. A esquerda no Brasil: In: História Viva, Temas Brasileiros. São Paulo, n. 5, 2006, p. 6.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o episódio da Revolução Francesa, considere as afirmativas a seguir:

1) No mosaico político da França revolucionária, os sans-cullotes foram os representantes do meio rural e responsáveis pela manutenção da propriedade da terra como um direito natural.

2) Os principais opositores dos jacobinos na Assembleia Nacional ficaram conhecidos ela denominação de girondinos e defendiam posições moderadas para o desfecho dar evolução.

3) A Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão sintetizou o espírito revolucionário estimulado pelo iluminismo e tornou-se um ícone do pensamento progressista mundial.

4) A terminologia “esquerda versus direita” consagrou-se ao longo da História como uma adjetivação para expressar a oposição política presente em vários conflitos sociais.

Assinale a alternativa correta.

A – Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

B – Somente as afirmativas 2,3 e 4 são verdadeiras.

C – Somente as afirmativas 1,2 e 3 são verdadeiras.

D – Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.

E – Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

(UNIFOR/CE) Questão 5:

Considere o texto. A Revolução é inovadora, “revolucionária” em relação à ordem anterior que foi derrubada. Mas, no momento mesmo de sua implantação inevitavelmente tende a revelar seu conteúdo conservador. (Rogério Forastieri da Silva. A Revolução Francesa. São Paulo: Núcleo, 1989. p. 94)

No processo da Revolução Francesa, um dos grupos políticos reagiu, em 1792, contra o conservadorismo a que o texto se refere. Esse grupo tornou-se conhecido por:

A – girondinos, que eram porta-vozes dos setores da média e alta burguesia.

B – Jacobinos, que tinham o apoio da pequena burguesia e dos sans-culottes.

C – Montanheses, que eram defensores do retorno do rei ao poder político.

D – Girondinos, que eram representantes dos servos e dos senhores feudais.

E – Jacobinos, que eram apoiados pelos setores do clero e da alta burguesia.

(UFRGS) Questão 6:

Após a Revolução de 1789, a França viveu um período de grande instabilidade, marcado pelo radicalismo e pela constante ameaça externa. Assinale a alternativa correta em relação a esse período.

A – Com a queda da Bastilha, símbolo do autoritarismo real, os deputados da assembleia Constituinte, aproveitando o momento político, proclamaram a República, pondo um termo final ao Antigo Regime.

B – Em meio ao caos provocado pela fuga do Rei e pela derrocada da Monarquia, iniciou-se, em Paris, a criação de uma sociedade baseada nos ideais socialistas, aComuna de Paris.

C – o período conhecido como o Grande Terror foi protagonizado pelo jacobino Robespierre, que posteriormente foi derrubado por Napoleão um general que se destacara por sua trajetória vitoriosa.

D – o golpe do 18 Brumário representou a queda do Diretório, regime que se pretendia representante dos interesses burgueses, mas que era inepto a governar.

E – Durante um curto período de tempo, após a queda da Bastilha, a França vivenciouuma Monarquia Constitucional, mas, na prática, o Rei ainda mantinha a mesmaautoridade de antes.

(UNIRIO/RJ) Questão 7:

“Os soberanos do Antigo Regime venceram Napoleão, em quém eles viam o herdeiro da Revolução e a escolha de Viena para a realização do Congresso, para sede dos representantes de todos os Estados europeus, é simbólica, pois Viena era uma das únicas cidades que não haviam sido sacudidas pela Revolução.”(RÉMOND, René. O Século XIX. SP: Cultrix, 1997, p.17.)

O Congresso de Viena, reunido em 1815, mobilizou os representantes das principais monarquias europeias, tais como Rússia, Prússia, Inglaterra e Áustria, além de representantes de diversas nações da Europa, tendo como objetivo:

A – restaurar o princípio da legitimidade do poder das monarquias em diversos países europeus.

B – implantar o liberalismo econômico em países que mantinham o absolutismo monárquico, tais como Espanha e Portugal.

C – reconhecer as novas fronteiras dos estados europeus decorrentes das guerras napoleônicas.

D – defender as ideias liberais surgidas na Revolução Francesa frente ao conservadorismo do recentemente extinto Império Napoleônico.

E – difundir o nacionalismo e a autodeterminação dos povos europeus como um princípio do “equilíbrio Europeu entre nações”.

(UNIRIO/RJ) Questão 8:

A expressão “Fulano é da esquerda” tão usada nos dias atuais tem uma razão histórica de ser. Em qual fato histórico, a origem dessa expressão melhor explicada?

A – na Revolução Francesa, onde à “esquerda” nas Assembleias sentavam os girondinos defensores da ordem republicana adotada na fase da Convenção.

b- na Guerra das duas Rosas, que identificava aqueles que se colocavam a favor dos York, dinastia que defendia a Monarquia Constitucional

c – na Revolução Americana, na Independência das colônias inglesas na América, onde ao lado esquerdo sentavam aqueles que defendiam a manutenção dos laços coloniais com a Inglaterra.

D – na Revolução Francesa, quando os Jacobinos ocupavam, no salão, o lado esquerdo, o que significava que eram contrários à ordem vigente ou liberal dos girondinos. E – Na chamada Revolução Gloriosa, quando os puritanos eram chamados de “fulanos de esquerda” pela sua posição religiosa diante da monarquia anglicana.

 (UFG/GO) Questão 9:

As mudanças provocadas pela Revolução Francesa (1789-1815),que alteraram a ordem política na configuração do Estado, foram a:

A – convocação dos Estados Gerais e a reivindicação por igualdade jurídica

b – aprovação de uma constituição e a instauração do regime republicano;

C – extinção da cobrança de tributos e de privilégios feudais e a criação da Guarda Nacional;

D – elaboração de leis antigrevista  e a proibição da associação de trabalhadores pelo Estado burguês;

E – consolidação da Convenção Nacional e a promoção de acordos para salvar a vida dorei.

(UFRRJ/RJ) Questão 10:

“Prossigo: mil vozes servem de arauto para a novidade… ‘A Bastilha foi tomada’… Não acreditei e fui ver o cerco de perto… No meio da Grève encontro um corpo sem cabeça estendido no meio do riacho, rodeado por cinco ou seis indiferentes. Faço perguntas… É o governador da Bastilha.”Restil de la Bretonne, As Noites Revolucionárias, São Paulo: Estação Liberdade, 1989,p. 58.

O episódio acima narrado marca o início de um dos momentos políticos mais importantes da história europeia, a Revolução Francesa. A tomada e destruição da fortaleza da Bastilha explicita:

A – o momento de maior radicalidade da Revolução, quando as camadas populares rompem com a liderança burguesa e assumem o poder em Paris;

B – a derrubada de Luís XVI e a proclamação da República francesa baseada na Razão e na Justiça, sob influência do pensamento de Voltaire;

C – a consolidação do poder do grupo jacobino, tendo à frente Robespierre, sustentado ela mobilização radicalizada dos “sans-culottes”;

D – a chegada ao poder político do general Napoleão Bonaparte, que, como primeiro cônsul, será fundamental na consolidação do novo poder;

E – o levante popular sob direção burguesa contra um dos maiores símbolos da opressão política do Absolutismo.

(UNIFOR/CE) Questão 11:

Analise os textos abaixo:

A agitação vista em subúrbios de Paris (…) nos últimos dias se alastrou ontem por outras cidades francesas, na sétima madrugada de descontrole e protestos que envolvem sobre tudo jovens desempregados, muitos descendentes de imigrantes árabes do norte da África. Folha de S.Paulo. 5/11/2005, p. A 23.(…) O jornal espanhol “El País” observa que Paris proclama orgulhosamente um ideal de igualdade, mas coloca seus proscritos em guetos, longe da vista da maioria (…)”Folha de S.Paulo. 7/11/2005, p. A 9.Associam-se ao processo de globalização e às práticas neoliberais que resultam nesses confrontos na sociedade contemporânea:

A – desemprego, políticas públicas voltadas para os jovens e atividades culturais;

B – desemprego estrutural, exclusão social e racismo;

C – xenofobia, desemprego estrutural e atividades culturais voltadas para os jovens;

D – inclusão social, ampliação do mercado de trabalho e democracia racial;

E – exclusão social, respeito às etnias e xenofobia.

(UFC) Questão 12:

Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, uma realização de Napoleão Bonaparte, que representou uma consolidação das ideias da Revolução Francesa:

A – O impedimento do retorno do uso de títulos de nobreza, reivindicado pelos seus generais e pela burguesia francesa que desejava tornar-se a nova elite do país.

B – A criação do Código Civil, inspirado no direito romano e nas leis do período revolucionário, que, na sua essência, vigora até hoje na França.

C – A abolição da escravidão nas colônias francesas, reafirmando o princípio da liberdade presente na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.

D – A realização de uma reforma agrária, prometida, mas não efetivada, pelos jacobinos, o que garantiu a popularidade de Napoleão entre os camponeses.

E – A criação da Constituição Civil do Clero, que proibiu toda forma de culto religioso no território francês.

(UNESP/SP) Questão 13:

… a Revolução de 1789 não fez nada pelo operário: o camponês ganhou a terra, o operário está mais infeliz que outrora e os monarquistas têm razão quando afirmam que as antigas Corporações [de Ofício] protegiam melhor o trabalhador do que o regime atual. Jornal Le Matin, 07 de março de 1885.Com tal declaração, o escritor francês Émile Zola fazia um balanço dos efeitos sociais da Revolução de 1789, referindo-se:

A – aos confiscos dos bens dos nobres franceses emigrados e à política liberal implementada pelo Estado;

B – à baixa participação dos trabalhadores urbanos nas lutas sociais na França do final do século XIX;

C – ao apoio dos operários ao projeto de Restauração do absolutismo francês, como garantia de melhoria social;

D – à liderança política dos camponeses franceses nas revoluções socialistas e comunistas do século XIX;E – à política de bem-estar social instituída pelo Partido Social Democrata francês ao longo do século XIX.

(ULBRA/RS) Questão 14:

A “Declaração de Direitos”, estabelecida em 1689, é mecanismo de um processo de afirmação e participação efetiva da burguesia, produzindo um posicionamento diferenciado de relação com o Estado Absolutista e representando a efetivação de um Estado Liberal, assim como da participação politicada burguesia no Parlamento. Este item pode ser considerado como fundamental para o desenvolvimento da Revolução Industrial. Estas informações são relativas à:

A – Revolução Gloriosa;

B – Independência dos Estados Unidos;

C – Revolução Francesa;

D – Revolução Bolchevique;

E – Constituição do Estado Alemão.

(UFMG) Questão 15:

Antes, Napoleão havia levado o Grande Exército à conquista da Europa. Se nada sobrou do império continental que ele sonhou fundar, todavia ele aniquilou o Antigo Regime, por toda parte onde encontrou tempo para fazê-lo; por isso também, seu reinado prolongou a Revolução, e ele foi o soldado desta, como seus inimigos jamais cessaram de proclamar.(LEFEBVRE, Georges. A Revolução Francesa. São Paulo: IBRASA, 1966. p. 573.)8

Tendo-se em vista a expansão dos ideais revolucionários proporcionadas pelas guerras conduzidas por Bonaparte, é correto afirmar que:

A – os governos sob influência de Napoleão investiram no fortalecimento das corporações de ofício e dos monopólios;

B – as transformações provocadas pelas conquistas napoleônicas implicaram o fortalecimento das formas de trabalho compulsório;

C – Napoleão, em todas as regiões conquistadas, derrubou o sistema monárquico e implantou repúblicas;

D – o domínio napoleônico levou a uma redefinição do mapa europeu, pois fundiu pequenos territórios, antes autônomos, e criou, assim, Estados maiores.

GABARITO: questão 1: E – questão 2: D – questão 3: B – questão 4: B – questão 5:B – questão 6: D – questão 7: A – questão 8: D – questão 9: B – questão 10: E -questão 11: B – questão 12: B – questão 13: A – questão 14: A – questão 15: D -questão 16: C – questão 17: E – questão 18: B – questão 19: C – questão 20: A -questão 21: B – questão 22: E – questão 23: A – questão 24: A – questão 25: C -questão 26: A – questão 27: B – questão 28: E – questão 29: E – questão 30: A -questão 31: D – questão 32: C – questão 33: E – questão 34: C – questão 35: A -questão 36: B – questão 37: A – questão 38: D – questão 39: A – questão 40: A

ANEXO EM WORD:Biagio-BANCO DE QUESTÕES SOBRE REVOLUÇÃO FRANCESA E PERÍODO NAPOLEÔNICO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s