TEXTO BASE SOBRE A SÉRIE DOCUMENTAL DO CANGAÇO – I “AS TRILHAS DO CANGAÇO” – E. E RAUL CÓRDULA

Publicado: abril 17, 2013 em Atividades Escola Raul Córdula (1° semestre de 2013)

                              Imagem

I  “AS TRILHAS DO CANGAÇO”

 

O documentário “As trilhas do cangaço”, dividido em cinco partes conta na primeira parte, com uma síntese, um apanhado geral desde o nascimento à morte de lampião.  Contando com encrementos diversos tais como, imagens originais da época, trechos de vídeos gravados de lampião e seu bando, além de contar, e este foi elemento fundamental emtodo desenrolar do documentário com a cultura do repente. Trazendo desse modo o relato, ou os relatos da vida de lampião, suas peripécias, curiosidades a cerca do “capitão do Sertão”, o Virgulino Ferreira da Silva; lampião. O contexto geral em que acontece as diversas investidas de lampião, no movimento  mesmo de resistencia ao governo, da contra-mão das leis. Lampião, e aqui cabe não apenas ele, mas o bando ao qual representava e liderava, passou por diversas cidades afetando de forma violenta as realidades das cidades “vizitadas”  ou mesmo usando-as, as cidades, como ponto de parada, reabastecimento de agua, alimentos e munição. Contando com armamentos pesados, tais como metralhadoras, advindas dos EUA. Sabe-se que a década de 30 período de apogeu do cangaço, trata-se de uma década de diversas revoltas, as influencias nacionais e internacionais, caminhavam rumo a conflitos belicosos. Hitler na Alemanha, Guerra civil na Espanha, Estados Unidos a todo vapor na contenção dos danos causados pela queda da bolsa de valores.

Esteve também Lampião no Nordeste em conflitos belicosos contra “As Forças”; este após ter sua famíila destruida por ações  do policiamento da época, os representantes da lei, torna-se um verdadeiro justiceiro dos pobres, e cria-se esse personagem dicotômico do Sertão nordestino, o robin hoode do sertão para alguns, e o rei do banditismo no nordeste para outros. O que perceb-se de forma pertinente no documentário “As trilhas do cangaço, disco I” é bem isso, a ideia de visões distintas acerca de Lampião. Seus maiores embates, sua smais acirradas batalhas, bem como sua morte traiçoeira; algo a se pensar como por exemplo a imvencibiliodade de Lampião que só a custo de “covardia” teve sua história do cangaço recebido um ponto final.De modo generalizante o cangaço do nordeste e vale ressaltar que não restringia-se a Lampião esteve por algumas vezes atrelado ao “coronelismo”, ao regime oligarquico que se instaura no Brasil de uma forma geral, até mesmo pela forma de governo que marca a república velha, o regime das oligarquias do Café com Leite; sendo muito comum  no Nordeste na forma de políticas de parentelagem ; a qual em alguns momentos o cangaço tem grande força advinda desses coronéis; os grandes chefões do Sertão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s