Cordel elaborado por alunos da escola estadual Argemiro de Figueiredo através de um projeto do pibid.

Publicado: dezembro 26, 2012 em PIBID HISTÓRIA UEPB

CORDEL:  

A FAMILIA REAL

 

 

1-      Napoleão o imperador

Criou o Bloqueio Continental

Queria impedir o comercio

Entre Inglaterra e Portugal

 Quem o desrespeitasse

Da França seria rival.

 

2-      A realeza reunida

Conversando em Portugal

Tentaram estratégicas

Mas nada combatia o mal

Deixaram tudo pra trás

Fugiram da sua terra Natal.

 

3-      O problema era grande

Tinha que ter a solução

Alguém tinha que resolver

Sobrou pra D. João

Decidiu vir para o Brasil

E preparou a embarcação.

 

4-      A viajem foi difícil

Os navios todos lotados

As pessoas que ficaram

Estavam todos revoltados

Queriam ir com a realeza

Mas em Portugal foram deixados.

 

5-      Ao entrarem no navio

Muitos problemas passaram

As condições eram mínimas

Estavam todos apertados

Não cabia mais ninguém

Estavam todos empresados.

 

6-      Chegaram todos no Brasil

Todos sujos e piolhentos

Carlota Joaquina estava com ódio

Chamou os negros de nojentos

Não gostava desse povo

E dizia “aí que tormento”!

 

 

 

7-      A família real

Não tinha onde morar

Eles queriam casas

Um lugar pra se abrigar

Na porta colocavam PR:

O Príncipe Regente aqui vai se alojar.

 

8-      Como em Portugal era frio

Do Brasil não gostavam

Sentiam muito calor

E todos se abanavam

As roupas eram quentes

E eles quase não aguentavam.

 

9-      Antes de ir para o Rio

D. João passou por Salvador

Lá ele assinou um decreto

Para o país produtor

Todos os seus aliados

Para o Brasil exportou.

 

10-  Em 1810 houve o tratado

Regulamentavam as relações comerciais

De aliança e amizade

O que era essenciais

Que proibia o tráfico de escravos

E a instalação dos tribunais.

 

11-  Com a chegada de D. João

A cidade passou por transformações

Começou a se modificar

E atrair as populações

Criou o Banco do Brasil

A Biblioteca Real e outras instituições.

 

12-  Carlota Joaquina de costume

Já começava a vadiar

Não podia ver um homem

Que queria logo namorar

Passou um negro

Que o seu coração começou acelerar.

 

13-  D. João era rei

Mas era também um cornão

No guarda-roupa dormia

Enquanto Carlota Joaquina botava chifrão

Com aquele soldado

Que era o maior gostosão.

14-  Os nordestinos reunidos

Estavam revoltados

Queriam se separar do Brasil

Estavam todos estressados

Queria ser uma nova nação

Juntou-se com os seus estados.

 

15-  Como o nordestino era esquecido

Eles se revoltaram

Com o Brasil queriam brigar

E as autoridades se desesperaram

Impediram essa revolta

E eles se aquietaram.

 

16-  Com a liberação do porto em 1820

Os portugueses enfrentaram uma revolução

Queriam reestruturar o Estado

Que passava por uma confusão

A crise econômica por sua vez

Causava mais um problemão.

 

17-  Carlota estava desesperada

O navio estava lotado

Com o queijo na cabeça

Pois o seu amante tinha ficado

Sem fazer o lêlêlê

Seu rosto ficou apeludado.

 

18-  A família decidiu voltar

Para o país de Portugal

Pois a situação lá

Não estava nada legal

Carlota esperava por isso

Pois era seu ideal.

 

19-  Com a volta da família real

D. Pedro não quis voltar

Gostava do Brasil

E aqui ele quis ficar

E disse a todos que fico

Para o país governar.

 

20-  Como D.Pedro não foi

No Brasil ele ficou

Ajudou a nação

E o país governou

Foi até as margens do Ipiranga

E a Independência proclamou.

 

 

 

 

CORDEL:   A FAMILIA REAL

 

 

1-      Napoleão o imperador

Criou o Bloqueio Continental

Queria impedir o comercio

Entre Inglaterra e Portugal

 Quem o desrespeitasse

Da França seria rival.

 

2-      A realeza reunida

Conversando em Portugal

Tentaram estratégicas

Mas nada combatia o mal

Deixaram tudo pra trás

Fugiram da sua terra Natal.

 

3-      O problema era grande

Tinha que ter a solução

Alguém tinha que resolver

Sobrou pra D. João

Decidiu vir para o Brasil

E preparou a embarcação.

 

4-      A viajem foi difícil

Os navios todos lotados

As pessoas que ficaram

Estavam todos revoltados

Queriam ir com a realeza

Mas em Portugal foram deixados.

 

5-      Ao entrarem no navio

Muitos problemas passaram

As condições eram mínimas

Estavam todos apertados

Não cabia mais ninguém

Estavam todos empresados.

 

6-      Chegaram todos no Brasil

Todos sujos e piolhentos

Carlota Joaquina estava com ódio

Chamou os negros de nojentos

Não gostava desse povo

E dizia “aí que tormento”!

 

 

 

7-      A família real

Não tinha onde morar

Eles queriam casas

Um lugar pra se abrigar

Na porta colocavam PR:

O Príncipe Regente aqui vai se alojar.

 

8-      Como em Portugal era frio

Do Brasil não gostavam

Sentiam muito calor

E todos se abanavam

As roupas eram quentes

E eles quase não aguentavam.

 

9-      Antes de ir para o Rio

D. João passou por Salvador

Lá ele assinou um decreto

Para o país produtor

Todos os seus aliados

Para o Brasil exportou.

 

10-  Em 1810 houve o tratado

Regulamentavam as relações comerciais

De aliança e amizade

O que era essenciais

Que proibia o tráfico de escravos

E a instalação dos tribunais.

 

11-  Com a chegada de D. João

A cidade passou por transformações

Começou a se modificar

E atrair as populações

Criou o Banco do Brasil

A Biblioteca Real e outras instituições.

 

12-  Carlota Joaquina de costume

Já começava a vadiar

Não podia ver um homem

Que queria logo namorar

Passou um negro

Que o seu coração começou acelerar.

 

13-  D. João era rei

Mas era também um cornão

No guarda-roupa dormia

Enquanto Carlota Joaquina botava chifrão

Com aquele soldado

Que era o maior gostosão.

14-  Os nordestinos reunidos

Estavam revoltados

Queriam se separar do Brasil

Estavam todos estressados

Queria ser uma nova nação

Juntou-se com os seus estados.

 

15-  Como o nordestino era esquecido

Eles se revoltaram

Com o Brasil queriam brigar

E as autoridades se desesperaram

Impediram essa revolta

E eles se aquietaram.

 

16-  Com a liberação do porto em 1820

Os portugueses enfrentaram uma revolução

Queriam reestruturar o Estado

Que passava por uma confusão

A crise econômica por sua vez

Causava mais um problemão.

 

17-  Carlota estava desesperada

O navio estava lotado

Com o queijo na cabeça

Pois o seu amante tinha ficado

Sem fazer o lêlêlê

Seu rosto ficou apeludado.

 

18-  A família decidiu voltar

Para o país de Portugal

Pois a situação lá

Não estava nada legal

Carlota esperava por isso

Pois era seu ideal.

 

19-  Com a volta da família real

D. Pedro não quis voltar

Gostava do Brasil

E aqui ele quis ficar

E disse a todos que fico

Para o país governar.

 

20-  Como D.Pedro não foi

No Brasil ele ficou

Ajudou a nação

E o país governou

Foi até as margens do Ipiranga

E a Independência proclamou.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s